Como surge o câncer?

As células que constituem os animais são formadas por três partes: a membrana celular, que é a parte mais externa; o citoplasma (o corpo da célula); e o núcleo, que contêm os cromossomas, que, por sua vez, são compostos de genes. Os genes são arquivos que guardam e fornecem instruções para a organização das estruturas, formas e atividades das células no organismo. Toda a informação genética encontra-se inscrita nos genes, numa "memória química" - o ácido desoxirribonucleico (DNA). É através do DNA que os cromossomas passam as informações para o funcionamento da célula.

Uma célula normal pode sofrer alterações no DNA dos genes. É o que chamamos mutação genética. As células cujo material genético foi alterado passam a receber instruções erradas para as suas atividades. As alterações podem ocorrer em genes especiais, denominados protooncogenes, que a princípio são inativos em células normais. Quando ativados, os protooncogenes transformam-se em oncogenes, responsáveis pela malignização (cancerização) das células normais. Essas células diferentes são denominadas cancerosas.

Veja também:

Fonte: Instituto Nacional do Câncer

Instituto Mário Penna

Rua Guaicuí, 20 • 15° e 16° andares
Bairro Cidade Jardim CEP: 30380-380
Belo Horizonte - MG
tel: +55 31 3330 9100


Hospital Luxemburgo
Rua Gentios, 1350 • Luxemburgo CEP 30380-490 • BH/MG
tel: +55 31 3299 9000 • fax +55 31 3299 9931

Hospital Mário Penna
Av. Churchill, 230 • Santa Efigênia CEP 30260-080 • BH/MG
tel: +55 31 3489 6600 • fax +55 31 3463 0030

Casa de Apoio Beatriz Ferraz
Rua Paraisópolis, 887 • Santa Teresa CEP 31010-330 • BH/MG
tel: +55 31 3465 9350  • fax +55 31 3467 4687

Doações ONLINE

Webmail