Ação do Julho Verde no Instituto Mário Penna alerta para os riscos e prevenção do câncer de cabeça e pescoço

26/07/2019 Por: Instituto Mário Penna Categoria: Notícias Gerais



Diversas ações marcaram o Julho Verde no Instituto Mário Penna. Pacientes, acompanhantes e colaboradores foram orientados pelas equipes Multidisciplinar e da clínica de Cirurgia de Cabeça e Pescoço sobre a prevenção e tratamento do câncer de Cabeça e Pescoço.

As intervenções aconteceram no Ambulatório do SUS, na ala de Internação, na Quimioterapia e na Radioterapia do Hospital Luxemburgo e contaram com o apoio da Diretoria de Humanização. “A missão do Instituto Mário Penna é também atuar na prevenção e essa intervenção veio para alertar a todos que hábitos saudáveis são essenciais para a prevenção do câncer de cabeça e de pescoço”, explicou a fonoaudióloga, Flávia Fiorini.

Médico e Coordenador do Serviço de Cirurgia de Cabeça e Pescoço do Instituto Mário Penna Dr.Lorenzo Testolin, destacou que, apesar de pouco falado, o câncer de Cabeça e Pescoço é muito comum. “Há uma expectativa que entre 2018 e 2019 surjam 50 mil novos casos de câncer nessa região e é importante falar que essa é uma doença passível de prevenção. E os tumores quando descobertos no início apresentam uma alta taxa de cura.”

Prevenção

A estomatologista Dra. Juliana Sclauser, ressaltou que o cigarro e a bebida alcoólica são os grandes vilões do câncer de Cabeça e Pescoço. “Prevenir esse tipo de câncer é evitar o cigarro e a bebida. Fora isso, é importante que as pessoas se atentem para alguns sinais da doença como lesões na boca que não cicatrizam e rouquidão persistente.”

Além das informações dadas pela equipe, quem participou da ação do Julho Verde se emocionou com os depoimentos de alguns dos integrantes do Coral de Laringectomizados do Instituto Mário Penna. “Depois da descoberta do câncer eu não tinha mais esperança. E quando retirei a laringe entrei em depressão, não acreditava que poderia voltar a falar. Hoje sou muito grato ao Dr.Lorenzo e ao coral que deu um novo sentido para a minha vida”, contou Robson Antônio de Assumpção.

Ajude o Instituto Mário Penna

"Ontem, recebi minha alta depois de 7 anos de tratamento e acompanhamento dessa ótima instituição e toda a sua equipe."

Compartilhe essa notícia:
Outras notícias de Notícias Gerais