Caixa e Instituto Mário Penna firmam parceria para Coral de Laringectomizados

25/03/2020 Por: Instituto Mário Penna Categoria: Notícias Gerais



O Instituto Mário Penna tem o orgulho de anunciar uma nova parceria para a manutenção do Coral Instituto Mário Penna de Pacientes Laringectomizados.

Em 2020, a Caixa Econômica Federal será a responsável por 30% do custeio do projeto. O acordo foi firmado em dezembro. A instituição irá garantir o restante necessário para a realização do projeto.

O Coral Instituto Mário Penna de Pacientes Laringectomizados existe desde 2014. Atualmente, com 14 membros, ele tem o papel de fazer a ressocialização de pacientes oncológicos que passaram pela cirurgia de retirada da laringe e das cordas vocais. “O projeto resgata a autonomia dos integrantes, que reaprendem a se comunicar, de forma oral, através da voz esofágica, da voz laringe eletrônica ou da implantação de uma prótese”, explica a fonoaudióloga da instituição Flávia Fiorini.

A verba do banco, vai ser usada na compra de 40 próteses e acessórios como filtros, adesivos, escovas de limpeza, além de ajudar também na manutenção dos instrumentos e aparelhos musicais. O patrocínio permitirá a compra de novos uniformes, além de facilitar a logística do grupo no deslocamento para apresentações.

Os integrantes do coral, que se apresenta em teatros, praças, auditórios, escolas e eventos do instituto, têm encontros a cada 15 dias, sempre às quartas-feiras, no hospital Mário Penna no Santa Efigênia, e recebem todo o apoio da equipe de fonoaudiologia, com consultas individuais. Nos encontros, o grupo também participa de terapia com a equipe de psicologia do instituto e ensaiam com os professores de música, como explica Gizelle Mesquita, Supervisora de Psicologia Hospitalar do Instituto Mário Penna

“A proposta do grupo terapêutico é resgatar a independência e a qualidade de vida, com a possibilidade de reinserção social. Durante o percurso do grupo terapêutico é perceptível como é importante darmos “voz” a estes pacientes e como o acompanhamento psicológico torna-se importante para a ressignificação da doença e o seguimento da vida. Dentro do contexto terapêutico a música é utilizada como forma de reabilitar o paciente laringectomizado dentro de uma proposta cultural”.

O Diretor Financeiro do Instituto Mário Penna, Israel Gonzaga, destaca a importância do coral no tratamento dos pacientes da instituição. “É um projeto sensível às questões sociais, pois além da reabilitação da fala, existe também a reinserção social dos laringectomizados. E isso é um exemplo de superação no enfrentamento ao tratamento de câncer. É importante que as empresas entendam como patrocinar um projeto como este pode impactar tantas pessoas. Essa é uma oportunidade que os pacientes do Instituto Mário Penna têm, e que resulta, inclusive, na reação ao tratamento”.

Ajude o Instituto Mário Penna

"Ontem, recebi minha alta depois de 7 anos de tratamento e acompanhamento dessa ótima instituição e toda a sua equipe."

Compartilhe essa notícia:
Outras notícias de Notícias Gerais