Ajude o Instituto Mário Penna

"Ontem, recebi minha alta depois de 7 anos de tratamento e acompanhamento dessa ótima instituição e toda a sua equipe."

Colaboradores do Instituto participam de congresso de Radioterapia

20/08/2018 Por: Instituto Mário Penna Categoria: Notícias Gerais



Entre os dias 15 e 18 de agosto, Belo Horizonte recebeu o XX Congresso da Sociedade Brasileira de Radioterapia, um dos maiores eventos da área no país.  Os paradigmas da radioterapia estão mudando e essa é uma boa oportunidade para discutir as novidades com convidados internacionais do mais alto gabarito.

Na plateia, médicos e profissionais de saúde interessados em um dos principais temas discutidos no setor atualmente: o hipofracionamento.

Hipofracionar é utilizar de forma segura e eficiente menos aplicações com frações mais altas de radiação por sessão comparada ao método convencional. Com isso, o tratamento é mais rápido e ainda preserva os resultados terapêuticos. No caso de câncer de próstata, por exemplo, em que a técnica está mais consolidada, é possível diminuir o período de tratamento em cerca de 50%. Na prática, significa que ao invés das 40 sessões de tratamento, o paciente poderá ser submetido a 20 (hipofracionamento moderado) ou até a cinco sessões (hipofracionamento extremo), o que resulta em uma redução de oito vezes.

A radioterapia, ao lado da cirurgia e da terapia sistêmica, faz parte do tripé do tratamento oncológico. É uma modalidade que, com a incorporação de novas tecnologias que permitem determinar com precisão o local do tumor e a quantidade da dose de radiação, evoluiu muito nas últimas décadas. Entre as tecnologias que permitiram esse avanço estão recursos de imagem como tomografia, PET-CT, ultrassonografia e ressonância magnética.

Durante o congresso, vários colaboradores do Instituto Mário Penna participaram não apenas como ouvintes, mas como promotores de conhecimento, por meio da apresentação de trabalhos e da realização de aulas.

Durante o congresso foram apresentados quatro trabalhos desenvolvidos por toda equipe de física do Hospital Luxemburgo, que segundo o físico supervisor de radioproteção do IMP, Jony Marques, são muito relevantes e extremamente atuais contribuindo para o conhecimento da área de física médica.

Ministraram aulas no evento o físico do IMP, Eduardo Trindade, falando sobre a “Importância da avaliação dosimétrica em procedimentos de IGRT”; a tecnóloga da física, Sandra Amaral, sobre “Capacitação profissional em Radioterapia frente à Inovação Tecnológica” e a gerente de enfermagem do instituto, Luciana Valverde, sobre Assistência de enfermagem e uso de contraste durante simulação”.

Compartilhe essa notícia: