Hábitos simples e saudáveis podem ajudar enfrentar a quarentena sem sair de casa

15/05/2020 Por: Instituto Mário Penna Categoria: Hospital Luxemburgo Notícias Gerais



De repente, a ordem é todo mundo ficar em casa por causa do Covid-19! Com o passar do tempo, a busca por atividades dentro do próprio lar se tornou um grande desafio para muitas pessoas. É importante ressaltar que a saúde mental precisa ser mantida para ajudar a manter a imunidade e a qualidade de vida. Use a criatividade e torne esse momento prazeroso. Aprenda. Crie. Inove. Invente. Permita se conhecer melhor. Para isso, preparamos algumas dicas.

Um bom jeito de passar o tempo e de relaxar é colocar sua casa em ordem. Arrumar os armários, organizar o que vai em cada gaveta, jogar fora o que você não usa mais e separar roupas para doar. Mas que tal ir um pouco além e reestruturar certos cômodos? Mude a disposição dos móveis, altere a posição da cama, troque os objetos que estão na sua estante e repense os quadros que estão na sua parede. Além de ocupar o seu tempo, você irá se sentir mais motivado em um ambiente diferente e criado do jeito que você desejou.

Aventurar-se na cozinha também é uma ótima opção para quem quer relaxar um pouco. Se essa é uma habilidade que você já domina, tente se arriscar mais com pratos diferentes ou aqueles que você sempre deixa passar do ponto. Opte por receitas mais saudáveis, porém saborosas. Mas, se cozinhar não é o seu forte, pesquise, procure receitas na internet e peça ajuda de familiares. Essa pode se tornar uma atividade agradável para todo mundo que mora com você, tanto durante quanto depois na hora de experimentar o resultado.

Outra coisa: acabou aquela história de falar “não tenho tempo prá isso”. Sabe aqueles livros que estão na estante há anos que você comprou por impulso, mas nunca passou da quinta página? Que tal tentar retomar essas leituras? Organize suas fotos no computador, jogue palavras cruzadas, monte quebra-cabeças. A ideia é fazer alguma coisa que não seria seu foco se você estivesse na sua rotina anterior.

 E não se esqueça de cuidar da mente. “A saúde mental é tão importante, quanto os cuidados físicos. Por isso, observe seu corpo e suas necessidades, crie estratégias para enfrentamento da crise e para minimizar a ansiedade. Reserve um tempo para você, para se cuidar. Evite excesso de informações e procure fontes confiáveis”, reforça Gizelle Mesquita, Coordenadora do Setor de Humanização e Psicologia Hospitalar.

Ajude o Instituto Mário Penna

"Ontem, recebi minha alta depois de 7 anos de tratamento e acompanhamento dessa ótima instituição e toda a sua equipe."

Compartilhe essa notícia:
Outras notícias de Hospital Luxemburgo