Mesmo com a reciclagem suspensa em BH, Instituto Mário Penna continua adotando atividades ambientais

15/05/2020 Por: Instituto Mário Penna Categoria: Hospital Luxemburgo Notícias Gerais



O Dia Internacional da Reciclagem é comemorado nesse domingo, dia 17 de maio, conforme determinado pela Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência, e a Cultura). Devido à pandemia, provocada pelo Covid-19, a Prefeitura de Belo Horizonte determinou, através de um decreto, a suspensão das atividades de reciclagem de resíduos no município. Por esse motivo, de março até o momento, o Instituto Mário Penna não está destinando os seus resíduos à reciclagem, mas internamente, as normas ambientais continuam sendo seguidas à risca, como por exemplo, o consumo consciente da água em todas as instalações.

O Instituto Mário Penna separa os seus resíduos e encaminha grande parte deles para a reciclagem como papel, papelão, plástico, metais, óleo de cozinha usado, óleo lubrificante usado, lâmpadas fluorescentes, pilhas e baterias, eletroeletrônicos, esponjas de cozinha, lápis, canetas e chapas de raio-x.

Alguns resíduos recicláveis têm custos para serem tratados e outros geram receita ao Instituto. Os resíduos considerados perigosos, como os químicos e os infectantes, são encaminhados à incineração, gerando custos. Os resíduos encaminhados à reciclagem, são transformados por empresas parceiras em joias, bijuterias, bancos de praça, lixeiras, biodiesel, entre outros produtos, que retornam ao mercado para consumo.

Em 2019, o Instituto Mário Penna encaminhou quase 32 toneladas de resíduos para a reciclagem. A venda gerou uma receita de R$ 11.595,66. Os recursos foram suficientes para pagar mais de 70% dos gastos com a destinação adequada dos resíduos perigosos gerados pelos Hospitais Luxemburgo e Mário Penna.

Até o mês de março de 2020, o Instituto encaminhou quase 25 toneladas de resíduos para a reciclagem, gerando uma receita de R$ 5.868,94. A receita superou em 6% os gastos com a destinação adequada de resíduos perigosos, conferindo sustentabilidade ao processo de gerenciamento de resíduos.

O Instituto Mário Penna recebe, de forma permanente do público externo, chapas de raio-x, óleo de cozinha, material de escrita e esponjas de cozinha para encaminhar à reciclagem. Uma novidade: agora também passaremos a recolher lacres de latas de alumínio, para trocarmos por cadeiras de rodas. Quem quiser contribuir, basta acionar o setor de Gestão Ambiental, através dos telefones (31) 3299-9950/ (31) 3330-9116 ou pelo e-mail joao.viana@mariopenna.org.br.

Ajude o Instituto Mário Penna

"Ontem, recebi minha alta depois de 7 anos de tratamento e acompanhamento dessa ótima instituição e toda a sua equipe."

Compartilhe essa notícia:
Outras notícias de Hospital Luxemburgo