Fartura e Solidariedade

30/08/2019 Por: Instituto Mário Penna Categoria: Notícias Gerais



O café fresquinho, o chá e o achocolatado quentinho, a água de coco e os sucos, os saquinhos com os biscoitos papa ovo, de sal e de doce, além dos chamados “mimos”, que podem ser barrinhas de cereais, iogurte ou uma frutinha. Muita variedade e carregado de amor: assim é o carrinho de lanche das Voluntárias do Instituto Mário Penna (Volmape), que diariamente circula pela sala e corredores da quimioterapia do Hospital Luxemburgo.

Esse lanche, que é distribuído para pacientes da quimioterapia e acompanhantes, é servido tanto na parte da manhã, quanto no período da tarde, e todo o trabalho de preparo e o ‘servir’, é feito pelas mais de 30 voluntárias envolvidas neste trabalho. “Tem paciente que fala com a gente que fica contando os minutos esperando o nosso carrinho chegar. É um trabalho muito gratificante, é chegar ao final do dia e perceber que fizemos alguma coisa pelo outro”, contou a voluntária Vilma Helena de Oliveira.

A senhora Maria de Lourdes Pereira, 62 anos, é uma das pacientes da quimioterapia do Instituto Mário Penna que fica ansiosa pela chegada do carrinho. Moradora de Quinta do Sumidouro, zona rural de Pedro Leopoldo-MG, ela sai de casa às 4h30 da manhã e só é liberada pelo hospital após às 13h. “Saio muito cedo para tomar café em casa e esse lanchinho é uma delícia. E não posso deixar de dizer que elas, e toda equipe, são muito atenciosas”.

Moradora de Contagem, a senhora Maria de Fátima da Costa, também saiu de casa às 6h da manhã para acompanhar a irmã na sessão de quimioterapia e ficou feliz por receber o lanche. “Esse lanchinho é abençoado, pois temos muitos gastos com o transporte e medicamentos. Minha irmã adora o biscoito papa ovo, e fico feliz que elas dão o lanche para os pacientes e para nós acompanhantes”.

Por dia, são mais de 80 lanches distribuídos na quimioterapia e a compra de todos os produtos que abastece a dispensa da Volmape vem de recursos financeiros angariados em ações realizadas pelas próprias voluntárias, como o Bazar do Bem. “Faço isso aqui por amor, para mim não é nenhuma obrigação. Recebo muito mais do que doo”, disse Maria de Fátima Albernaz, que há dois anos é voluntária neste projeto.

Se você também quer ajudar os pacientes de câncer do Instituto Mário Penna, visite o Bazar do Bem que está acontecendo hoje e amanhã, das 9h às 19h, e no dia 31, das 9h às 15h. O endereço do evento é rua Levindo Lopes, 357 – Savassi.

Ajude o Instituto Mário Penna

"Ontem, recebi minha alta depois de 7 anos de tratamento e acompanhamento dessa ótima instituição e toda a sua equipe."

Compartilhe essa notícia:
Outras notícias de Notícias Gerais