“Somos esperança porque ela vem de você”: Instituto Mário Penna comemora 49 anos

23/06/2020 Por: Instituto Mário Penna Categoria: Hospital Luxemburgo Notícias Gerais



O Instituto Mário Penna comemora 49 anos no dia 28 de junho, com uma trajetória impecável na busca incessante em salvar vidas e curar pacientes com câncer. Composto pelos Hospitais Mário Penna e Luxemburgo, Casa de Apoio Beatriz Ferraz e Núcleo de Ensino e Pesquisa, a Instituição atende cerca de 140 mil pacientes por ano, sendo provenientes de mais de 600 municípios de Minas Gerais. O tema desta comemoração não poderia ser diferente: “Somos esperança porque ela vem de você”.

Durante todos esses anos, o Instituto Mário Penna se acostumou a enfrentar grandes desafios. Agora estamos diante de mais um: oferecer tratamento oncológico humanizado, de alta qualidade e eficiente. Em plena pandemia isso não é fácil, mas sabemos que não estamos sozinhos. Afinal, nós só existimos porque a sociedade acredita no nosso trabalho e porque durante todos esses anos recebemos doações, parcerias, voluntariados e apoios diversos.

No mês de maio, o Hospital Luxemburgo ganhou uma nova ala para atendimentos exclusivos de pacientes com o coronavírus. O local conta com 13 novas enfermarias e 44 leitos.

Marco Antônio Vieira Leite, Diretor Administrativo do Instituto Mário Penna, explica que os novos leitos nos darão a oportunidade de contribuir nesse momento decisivo para a saúde e oferecer também atendimento aos pacientes infectados pelo novo vírus. Além disso, futuramente essa nova ala reforçará o atendimento oncológico, que é nossa vocação.

Outro ponto importante a se destacar é a reabertura de mais 60 leitos no Hospital Mário Penna, no bairro Santa Efigênia, para reforçar o atendimento aos pacientes com a Covid-19. Eles foram inaugurados no mês de maio, em uma parceria entre o Instituto Mário Penna, a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG) e as Secretarias de Saúde do Estado e de Belo Horizonte. Eles serão liberados de acordo com a demanda da Prefeitura da capital.

“O momento hoje é de agradecimento, principalmente aos nossos colaboradores, que são essenciais para cada detalhe dessa história de sucesso. Não posso também deixar de agradecer a todos que fazem doação e aos que, de alguma forma, contribuem para o crescimento do Instituto Mário Penna. Nós sempre estaremos à disposição da sociedade para atender os nossos pacientes da melhor forma”; ressalta Marco Antônio Vieira Leite.

A história

A história do Instituto Mário Penna – que recebe esse nome em homenagem ao incansável médico que se tornou pioneiro do tratamento do câncer em Minas Gerais – começa em 1963, com uma ala no Hospital Borges da Costa, dedicada exclusivamente a doentes terminais.

Naquela época, o governo do estado preparou um galpão, no bairro Santa Efigênia, para onde essas pessoas deveriam ser levadas, mas a realidade era muito cruel: o local chegou até a receber o apelido de “depósito”, uma vez que os pacientes que lá viviam seus últimos dias, estavam totalmente desamparados, e sem a mínima assistência.

Em 28 de junho de 1971, nasceu a Associação dos Amigos do Hospital Mário Penna. O grupo conquistou diversas melhorias para os pacientes do antigo “depósito” – sendo a principal delas a devolução da humanidade no tratamento de doentes terminais.

Hoje, há 49 anos após o início dessa trajetória, o Instituto Mário Penna continua na luta contra o câncer através do apoio da sociedade, contando com hospitais de referência no tratamento oncológico, como Hospital Mário Penna e Hospital Luxemburgo, a Casa de Apoio Beatriz Ferraz que acolhe gratuitamente pacientes do interior em tratamento nos hospitais do Instituto e um Núcleo de Ensino e Pesquisa para descobertas de tratamentos, diagnósticos e melhor entendimento do câncer.

Com a ajuda de colaboradores, integrantes do corpo clínico, voluntários, doadores e parceiros, essa história que se iniciou no olhar cuidadoso de quem zela pelo próximo, continuará sendo escrita por muitos anos.

Ajude o Instituto Mário Penna

"Ontem, recebi minha alta depois de 7 anos de tratamento e acompanhamento dessa ótima instituição e toda a sua equipe."

Compartilhe essa notícia:
Outras notícias de Hospital Luxemburgo