Associações Voluntárias

Saiba mais sobre os grupos de voluntariado que ajudam os pacientes do Instituto Mário Penna.

Voluntárias do Mário Penna

O voluntário é o jovem ou adulto que, devido a seu interesse pessoal e ao seu espírito cívico, dedica parte do seu tempo, sem remuneração alguma, a diversas formas de atividades, organizadas ou não, de bem-estar social, ou outros campos...” (Definição da Organização das Nações Unidas sobre Voluntariado)

As Voluntárias do Mário Penna começaram sua obra em 1974 através de um grupo de mulheres liderado por Tereza Simões, cujo intuito era dar amparo social aos pacientes carentes do Instituto Mario Penna dedicando-se integralmente .

Hoje, as Voluntárias do Mário Penna contam com cerca de 160 voluntários distribuídos nas três unidades do Instituto. Essas pessoas servem cerca de 400 lanches por dia, fazem visitas aos leitos e oferecem aos pacientes itens de higiene pessoal, cobertores, acolhimento e atenção.

As Voluntárias possuem dois bazares fixos, localizados no Hospital Mário Penna e no Hospital Luxemburgo, e apadrinham o Coral dos Pacientes Laringectomizados do Instituto Mário Penna, providenciando as próteses e insumos necessários ao grupo. Além disso, realizam bazares externos para ajudar na arrecadação de fundos para necessidades especificas das unidades.

As Voluntárias do Mário Penna possuem, dois camarins de perucas. Oferece também medicamentos necessários aos pós tratamentos radioterápicos, responsáveis por minimizar as dores dos pacientes.

Requisitos para ser um voluntário

- Ter mais de 18 anos;
- Gostar de ajudar as pessoas;
- Estar aberto para experiências que mudarão sua vida.
Se interessou? Entre em contato pelo e-mail volmape@mariopenna.org.br e marque uma visita para que as Voluntárias do Mário Penna possam te conhecer e mostrar como funciona a rotina diária. Assim, você poderá contribuir na função que melhor se adeque ao seu perfil.

Pastoral da Saúde

“Nossa missão, junto aos pacientes e familiares, é emprestar o nosso coração, ouvido e ombro amigo. É acolher e escutar todos os paciente e familiares que precisarem de nós. Nosso compromisso é estarmos sempre prontos a servir!”

Em 1986, através do pedido do Padre Danilo Mamede (Paróquia Nossa Senhora Mãe da Igreja/Vila Paris), Dona Waldete Feitosa, até então coordenadora do grupo de oração da Paróquia, estendeu o convite ao Mosteiro N. Sra. Das Graças (Beneditinas) e começou a prestar um atendimento espiritual para os pacientes do Instituto Mário Penna. Inicialmente, oito pessoas que dedicavam seu tempo para levar, semanalmente, o acolhimento espiritual para os acamados.

Hoje o grupo cresceu e conta com mais de 160 pessoas, entre mulheres e, homens que alternam o seu servir em visitas de segunda à sábado, com missas às sextas e domingos, com o atendimento de confissão, unção dos enfermos, bênçãos e uma palavra amiga àqueles que os pedem, independente de credo ou religião.

Colégio Loyola (desde 1990) e Colégio Santo Agostinho (desde 2011)

Os alunos voluntários servem lanches e realizam atividades humanizadas com os pacientes mais carentes atendidos pelo SUS. Além disso, apoiam regularmente as campanhas realizadas pelo Instituto Mário Penna

Colégio Sagrado Coração de Jesus

Desde de setembro de 2015 realiza ações de humanização dentro dos hospitais e prestam apoio em campanhas diversas organizadas pelo Instituto Mário Penna.

Ajude o Instituto
Mário Penna

Sua doação pode fazer toda a diferença.

SAIBA MAIS